Veja nesta edição

Começamos pelas mudanças na própria revista, que vem com um projeto gráfico mais moderno, ajustado para incorporar novos recursos gráficos (como QRCode em diversas seções da revista) e valorizando o conteúdo analítico. Mas isso não é novidade para nós. Gostamos de mudar, de fazer diferente. O novo está no nosso DNA.

E com este novo olhar sobre o setor, a revista Móveis de Valor de janeiro/fevereiro apresenta uma série de conteúdos relevantes, como a cobertura de dois eventos que mostraram o otimismo de expositores e lojistas com o ano de 2020. Isso ficou muito evidente na Femur, em Ubá e no Home Show, em Curitiba.

Tem as informações mais relevantes do NRF – o maior evento de varejo do mundo, em Nova York. Depois do embate entre on e offline, da era do omnichannel, chegou-se à conclusão de que o varejo humanizado continua sendo o melhor caminho.

Mas além de conhecer a fundo seus clientes, o varejo precisa oferecer um “cardápio” mais abrangente de produtos, para satisfazer o “apetite” dos clientes. E como fazer isso? É o que mostra o jornalista Guilherme Arruda, em ampla reportagem sobre a loja do futuro.

Outra novidade do varejo moderno, em especial do e-commerce, é a prática dos preços dinâmicos. Mas quais as vantagens da precificação flexível e quais as armadilhas embutidas nesta estratégia? É o que você fica sabendo na editoria de Gestão.

Nesta edição mostramos também a experiência de duas jovens que atuaram como cliente ocultas em lojas de Curitiba (PR), e revelam falhas absurdas no varejo de móveis.

Mas tem muito mais conteúdo de qualidade, sinônimo da revista Móveis de Valor.

Boa Leitura

INALVA CORSI | Publisher

REVISTA MV MV Decor MV Norte & Nordeste 100% PDV