ricardo.jpg

Fundador da Ricardo Eletro é preso por sonegação de impostos

O empresário Ricardo Nunes, fundador da rede de eletrodomésticos Ricardo Eletro , foi preso na manhã de hoje na Operação Direto com o Dono , deflagrada pelo MP-MG (Ministério Público de Minas Gerais) em parceria com a Secretaria da Fazenda mineira e a Polícia Civil , de acordo com informações da Globonews. Nunes foi preso no estado de São Paulo.

O fundador do Ricardo Eletro é acusado de sonegação de impostos e lavagem de dinheiro . Segundo o MP-MG, uma operação, que investiga mais empresários do ramo de aparelhos eletrônicos e eletroeletrônicos, garante uma sonegação de cerca de R $ 400 milhões em impostos que foram pagos pelo estado de Minas Gerais.

O CEO de Ricardo Eletro, Pedro Bianchi, emitiu um comunicado esclarecedor sobre a operação realizada hoje (08/07) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), da Receita Estadual e da Polícia Civil, faz parte dos processos anteriores à gestão atual da Companhia e dizer respeito a supostos atos praticados por Ricardo Nunes e familiares, não tendo ligação com a Companhia.

 

Veja abaixo o comunicado oficial:

Comunicado da Ricardo Eletro

A Ricardo Eletro informa que Ricardo Nunes e/ou familiares não fazem parte do seu quadro de acionistas e nem mesmo da administração da companhia desde 2019, que hoje tem controle acionário diferente. A Companhia vem trabalhando para superar as crises financeiras que a assolam desde 2017, sendo inclusive objeto de recuperação extrajudicial devidamente homologada perante a Justiça, em 2019. Vale ainda esclarecer que operação realizada hoje (08/07) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil, faz parte de processos anteriores à gestão atual da Companhia e dizem respeito a supostos atos praticados por Ricardo Nunes e familiares, não tendo ligação com a Companhia. Em relação à dívida com o Estado de MG, a Ricardo Eletro reconhece parcialmente os calotes, e, antes da pandemia, estava em discussão avançada com o Estado para pagamento dos tributos passados, em consonância com as leis estaduais. A Ricardo Eletro se coloca à disposição para colaborar integralmente com as investigações.

Atenciosamente

Pedro Bianchi CEO

Mais informações sobre a prisão de Ricardo Nunes em breve

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato