mobly.png

Reserva de ações de varejista online de móveis começa hoje

Começa nesta quinta-feira (21) o período de reserva para pequenos investidores comprarem ações da Mobly antes da estreia na bolsa, prevista para 5 de fevereiro, com o código MBLY3. O período de reserva termina em 2 de fevereiro.

A companhia se define como a plataforma home & living líder no Brasil. No prospecto, a empresa afirma que seu foco é "transformar a maneira como as pessoas realizam compras para suas casas, oferecendo uma experiência de compra com omnicanalidade e vasta oferta de produtos, com o uso de tecnologia baseada em dados".

Fundada em 2011, a Mobly diz que tem mais de 925 mil usuários ativos, além de duas megastores, quatro lojas outlet e cinco lojas compactas (Mobly Zip).

Nos nove primeiros meses de 2020, o volume de vendas da companhia foi de R$ 560,2 milhões, crescimento de 48% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior. A receita líquida cresceu 50%, a R$ 420,8 milhões. A empresa teve prejuízo líquido de R$ 16,6 milhões, 57% menor do que o prejuízo de R$ 38,8 milhões nos nove primeiros meses de 2019.

A oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) é 95,8% primária, quando são emitidas novas ações e o dinheiro vai para o caixa da companhia, e 4,2% secundária, quando são vendidas ações já existentes e o dinheiro vai para o bolso dos acionistas vendedores.

leia: SEM NÚMEROS POSITIVOS, MOBLY FAZ PEDIDO DE ABERTURA DE CAPITAL
leia: STARTUPS X INDÚSTRIA DE MÓVEIS, UMA RELAÇÃO SEM EQUILÍBRIO

Com o dinheiro captado na oferta primária, a Mobly planeja fortalecer o capital de giro e a estrutura financeira (50%), investir em marketing e publicidade (35%) e investir em bens de capitais, incluindo a expansão de novas lojas físicas, centros de distribuições e desenvolvimento de tecnologia da informação interna (15%).

No oferta secundária, o acionista vendedor é o VRB, veículo da Home24, varejista on-line alemã dona da Mobly.

Para fazer a reserva de ações da empresa, basta o investidor avisar a corretora quantos papéis gostaria de comprar no IPO e por qual preço. O valor mínimo para participar da primeira venda de ações da Mobly é de R$ 3 mil, e o máximo, de R$ 1 milhão.

A Mobly estabeleceu o intervalo indicativo de preço por ação entre R$ 17,00 e R$ 23,50. Nas ofertas de ações, as companhias e os bancos coordenadores testam uma faixa de preço. Se a venda acontecer no valor mais alto, significa que a demanda pelos papéis foi grande. Já se a venda acontecer no valor mais baixo, significa que a demanda pelos papéis foi pequena.

O valor será fixado em 3 de fevereiro. Considerando o meio da faixa indicativa, de R$ 20,25, e a oferta base de 38.647.344 ações, o IPO deve movimentar R$ 782,6 milhões. Há ainda possibilidade de um lote suplementar de 5.797.102 ações. Nesse caso, ainda considerando o meio da faixa indicativa, a oferta subiria para R$ 900 milhões.

A oferta é coordenada por Morgan Stanley, Bradesco BBI, Itaú BBA e Goldman Sachs.

(Com informações Valor Investe)

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato