handsome-business-man-working-at-the-desk.jpg

Desempenho positivo aumenta otimismo na indústria de móveis

Praticamente todos os índices da sondagem industrial realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em maio e junho mostram que há um clima de otimismo moderado na indústria de móveis. O uso da capacidade instalada em maio atingiu 69%, mesmo percentual obtido em janeiro. O índice de produção obteve 53,6 pontos na escala de 0 a 100. A partir de 50 pontos é considerado clima de otimismo. Nesta base de comparação, apenas o nível de estoque ficou abaixo de 50 pontos, mostrando que ele está um pouco acima do efetivo planejado.

Em termos de expectativas, observadas já no mês de junho, os índices melhoraram em relação ao mês anterior. A demanda, por exemplo, subiu de 54,0 para 58,2 pontos; exportação foi de 59,8 para 64,1 pontos, também confirmando os bons números das exportações nos primeiros seis meses deste ano.

leia: MV DE JUNHO MOSTRA A EXPANSÃO DO VAREJO FÍSICO E DIGITAL NO SETOR

Para efeito de comparação (veja quadro abaixo) os índices de maio e junho deste ano são muito melhores do que no mesmo período de 2015, quando o setor sentiu o início da crise que só arrefeceu em 2019. O índice que melhor representa o ótimos atual em relação ao observado há seis anos, é o de exportação que aumentou 17,2 pontos percentuais.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato