passos_mg.jpg

Município do sul de MG ganhará parque industrial moveleiro

O Município de Passos, localizado na região sul de Minas Gerais, ganhará um parque industrial moveleiro. A lei nº 060, que prevê a modificação da zona de expansão urbana do município, foi sancionada nesta terça-feira (07) pelo prefeito Carlos Renato Lima Reis. As expectativas são de que o empreendimento gere cerca de 1.500 empregos, de acordo com o prefeito. O local, situado próximo ao aeroporto municipal José Figueiredo, tem 700 mil metros quadrados e oferece, a princípio, 108 lotes.

“O nosso setor moveleiro é o que mais cresce no município, sendo um dos maiores geradores de emprego e renda. Os itens produzidos são comercializados não somente no Brasil, mas em outros locais, como na África e na Europa”, declarou o prefeito ao jornal Diário do Comércio.

Carlos Renato ainda acrescentou que o segmento moveleiro já é bastante fomentado na cidade, com feiras dedicadas ao setor e projetos de capacitação. Inclusive, toda essa dedicação faz com que a cidade seja nomeada como capital nacional do móvel rústico, de acordo com o prefeito.

Plínio Andrade, presidente da Associação Comercial e Industrial de Móveis Rústicos (Acimov), também concedeu entrevista ao Diário do Comércio e destacou que a lei sancionada é um marco para o setor, já que, atualmente, as fábricas do segmento estão localizadas em uma área residencial. Ele conta que, hoje, o município tem aproximadamente 200 empresas do setor, sendo que cerca de 100 delas devem ir para o parque industrial.

Outro ganho que deve vir com o novo empreendimento, de acordo com Plínio Andrade, está relacionado à formalização. “O parque industrial moveleiro vai incentivar as empresas a se formalizarem, o que impacta diretamente o desenvolvimento do segmento”, destaca ele.

As estimativas, de acordo com o presidente da Acimov, são de que a formalização atinja cerca de 30% a 40% das empresas informais do setor.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato