producao_alema_(2).jpg

Produção começa a reagir e sobe forte em julho no sul do País

A produção de móveis em junho apresentou números muitos positivos nos dois principais mercados produtores, Rio Grande do Sul e Paraná, na comparação com o mês imediatamente anterior. É o primeiro mês que sinaliza uma reação da produção que vinha em níveis estáveis em todo o primeiro semestre. O Rio Grande do Sul em julho registrou alta de 33,6% na comparação com junho enquanto o Paraná ficou com números um pouco menores, somando 15,3% de expansão. É importante lembrar que em junho o Rio Grande do Sul havia registrado queda de 12,9% em relação a maio enquanto o Paraná havia recuado 7,8% na mesma base de comparação.

Porém, os bons números de julho não ajudaram a indústria paranaense e recuperar a base de produção dos primeiros sete meses de 2018. A defasagem é de 3,7%. A taxa anualizada da produção do Paraná também permanece em terreno negativo com -4,5%.

A indústria gaúcha, por sua vez, acumula expansão na produção dos primeiros sete meses deste ano em 3,4% e de 4,9% na taxa anualizada, considerando o período de agosto de 2018 a julho de 2019.

De todo modo, a forte expansão verificada em julho é uma boa notícia e pode estar sinalizando enfim uma retomada do setor para fechar o ano com algum nível de expansão em relação a 2018.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato