IMG-LOGO

Produção de móveis volta a cair pelo segundo mês no ano

Revisado Natalia Concentino - 03 de Maio 2022 1168 Views
producao_moveis.jpg
Segundo os dados da pesquisa mensal do IBGE, a queda chegou a 4,5%

A exemplo do que já havia ocorrido em janeiro na comparação com o mês imediatamente anterior, a produção de móveis em março recuou na comparação com fevereiro. Segundo os dados da pesquisa mensal do IBGE, a queda chegou a 4,5%, pouco menor do que o recuo de 5,4% verificado no primeiro mês do ano.

 

Na comparação com igual mês de 2021 os números do primeiro trimestre de 2022 são bem piores: quedas de 33,3% em janeiro, 29,2% em fevereiro e 22,7% em março.

 

Com estes números, é claro que o índice acumulado no ano não é o que a indústria esperava para 2022. Até março o recuo é de 28,4%. Se serve de consolo, a taxa é menor do que até fevereiro, quando o índice registrou queda de 31,3%.

 

LEIA: Produção de móveis aumenta 3,3% em fevereiro, segundo o IBGE

 

Porém, quando se analisa o desempenho da indústria moveleira no período mais longo, de 12 meses, o recuo no volume está aumentando: em janeiro era de -6,2%, aumentou para -9,0% em fevereiro e subiu de novo em março, alcançando dois dígitos, com -13,0%.

 

Veja quadro abaixo com dados do IBGE:

 

Comentários