fabrica-de-muebles-digital-min.jpg

Queda na produção de gaúchos e paranaenses fica na casa de 55%

O tombo da indústria de móveis do Rio Grande do Sul foi grande em abril. Queda de 55,9% na comparação com igual mês de 2019. Os dados de abril evidentemente derrubaram também o acumulado do ano que recuou 27%. Entre janeiro e março a taxa estava em – 17,5%. A taxa anualizada até abril ficou negativa em 7,2%, bem maior do que a verificada em março, que era de -3%.

As indústrias do Paraná não foram muito melhores. Queda de 55,5% em abril na comparação com abril do ano passado, recuo de 22% no acumulado do ano. Em março, este indicador estava em 2,8% positivos e a taxa anualizada, que em março era positiva em 1,3%, em abril passou para o terreno negativo com -2,9%.

É bom lembrar que em nível nacional, a queda da produção de móveis em abril, de 76,3% na comparação com março e de 57,8% em relação a abril do ano anterior, foram as maiores desde que o IBGE começou a pesquisar os índices de produção industrial em 1998.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato