00cd2ed8-4961x3299.png

Queda na produção gaúcha em março veio pior que o esperado

No dia 5 o IBGE divulgou a pesquisa industrial mensal de março. Noticiamos o tombo da indústria moveleira, com o nível de produção atingindo -27,2% em relação a fevereiro. O péssimo desempenho contrastava com a leve alta de 0,9% no mês anterior em relação a janeiro. Na comparação com igual mês de 2019 a queda chegou a 12,3%.

Os dados de março derrubaram também o acumulado do ano que em fevereiro estava positivo em 0,1%. O primeiro trimestre aponta queda de 3,8%. A taxa anualizada, que em fevereiro era positiva em 0,3% subiu 0,2 p.p., fechando os últimos 12 meses com alta de 0,5%.

Dados regionais

Nesta sexta-feira, 15, o IBGE divulgou os dados da pesquisa industrial mensal regional onde aparecem listados os dois estados com maior nível de produção no País, Paraná e Rio Grande do Sul. E, no caso da indústria gaúcha, os dados vieram pior do que o espertado. Na comparação com março de 2019 a queda chegou a 28,6%, afetando o resultado do trimestre com baixa de 16,7 pontos percentuais. A taxa anualizada também recuou (1,7% em relação a taxa de fevereiro) para -2,8% nos 12 meses encerrados em março.

Por seu lado, a indústria moveleira paranaense que continuou produzindo alguns dias a mais, teve resultados menos ruins em março. Na comparação com igual mês de 2019 a queda foi de 5,6%, mas não foi suficiente para levar a taxa trimestral paara o negativo. Entre janeiro e março, na comparação com igual período do ano passado, a indústria paranaense ainda tem 2,7% pontos positivos. A taxa anualizada até subiu 0,8 ponto percentual, passando de 0,5% em fevereiro para 1,3% nos 12 meses encerrados em março.

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato