Veja galeria de fotos acima

Sustentabilidade em pauta na Móvel Brasil

Chegando hoje ao último dia, a Móvel Brasil 2017 tem surpreendido os visitantes com o design e qualidade dos produtos expostos. Lojistas de todas as regiões do país circulam entre os quase 100 estandes, majoritariamente de empresas locais, em busca de produtos de alto valor agregado e excelente durabilidade. Nos corredores da feira, se ouve muitos sotaques diferentes. A Móveis de Valor conversou com um comprador que veio do Nordeste para conhecer as novidades de um fornecedor com quem ele já trabalha. “Apesar da distância e da dificuldade logística para receber os produtos em minha loja, e consequentemente o aumento do preço que repasso para o consumidor, vale a pena comprar os móveis do polo de São Bento do Sul. Os clientes procuram e percebem a diferença nos quesitos resistência e durabilidade”, afirmou.

 

Outra preocupação dos moveleiros da região é com a sustentabilidade. Com um dos maiores estandes da feira, a Artefama, de São Bento do Sul, apresentou produtos etiquetados com o selo “Sustentável”. Os designers do estudiobola, de São Paulo (SP), assinam uma linha de móveis produzidos em madeira rústica sustentável. Os móveis da Artefama recebem a certificação FSC, que proporciona um vínculo confiável entre a produção responsável e o consumo de produtos florestais. A FSC é uma organização independente, não governamental e sem fins lucrativos, fundada para promover o manejo responsável das florestas de todo o mundo. Outra empresa pautada em práticas sustentáveis é a Imperador Móveis, também da cidade que sedia a feira. A marca, que começou no ramo de planejados, mudou de foco há dois anos e hoje vende móveis feitos de paineis de Eucalipto tipo finger. “Fazemos nossos painéis somente com madeira de Eucalipto reaproveitada de tocos e sobras de madeira de outras fábricas da região”, contou a responsável pelo Comercial Fabiana de Lima.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato