IMG-LOGO

Virtualização nas vendas é a aposta da BekaertDeslee

Por Natalia Concentino - 13 de Maio 2020 1492 Views
ferramenta_bekeart.png
Virtualização nas vendas é a aposta da BekaertDeslee

Quanto mais o tempo passa e mais se prolonga a pandemia do coronavírus, fica quase impossível uma empresa grande não passar por adaptações e ampliar sua atuação digital. As incertezas e as mudanças nas relações pessoais são os principais fatores para que haja essa adaptação, até mesmo em mercados mais tradicionais em termos de vendas, como é o de tecidos para colchões e estofados. E a BekaertDeslee não perdeu a oportunidade de revolucionar as vendas e continuar atendendo seus clientes à distância.

A disseminação de um vírus por todo o mundo fez com que restrições de contato fossem impostas e visitas profissionais praticamente não acontecem mais. Com um alcance global, a BekaertDeslee usou a pandemia como impulso para colocar em funcionamento um projeto que já vinha sendo pensado há anos: a criação de uma ferramenta capaz de dar agilidade ao processo de venda dos tecidos e produção de protótipos para os clientes.

Carregar amostras de tecidos nunca foi fácil para os vendedores, assim como a visualização de um colchão pronto a partir de um pedaço tão pequeno de tecido, e a ferramenta desenvolvida pela empresa da Bélgica permite que o vendedor aplique diversos filtros para encontrar as opções que mais se adequam ao pedido dos clientes e mostra-los na hora como ficará o produto de acordo com as escolhas feitas.

“Estávamos há dois anos aprimorando uma ferramenta para mostrar em 3D como o colchão ficaria a partir das escolhas de tecidos e desenhos feitas pelos clientes e esse momento foi o mais adequado para colocarmos em prática. Além de facilitar a visualização, a ideia é virtualizar ao máximo o desenvolvimento do produto e promover um ambiente de renovação e troca de coleção que faça todos ganharem tempo”, explica Lars Müller, general manager da BekaertDeslee Brasil.

Em relação à troca de coleção comentada por Lars, a plataforma vai permitir que os clientes tenham acesso a cada uma das coleções de forma completa, o que não acontecia com as visitas presenciais, já que os vendedores só conseguiam levar 2 ou 3% delas. “A ferramenta se mostrou uma ótima opção para promover uma coleção e até nos ajudou a seguir com o lançamento da coleção Reflections, que iria acontecer durante a ISPA, mas como  a feira foi cancelada, esse lançamento para o grande público só poderá ser feito virtualmente, pelo menos por enquanto”, conta Lars.

Para que a ferramenta possa ser bem utilizada e gere os resultados esperados, as equipes de vendas estão passando por sessões de treinamento para que possam fazer o melhor atendimento. “Os vendedores trabalharão em cima de um briefing mandado pelos clientes, em que informam quais as principais características que querem para o tecido, desenho, cores, o modelo de colchão, box, cabeceira... Assim na hora do atendimento a distância através de conferência virtual algumas simulações já são mostradas, e vendedor e cliente vão fazendo os ajustes necessários”, afirma o general manager.

 

Funcionamento da ferramenta

A designer Vânia Moreira conta um pouco mais sobre os detalhes da ferramenta. “O vendedor recebe um briefing e começa a usar os filtros da plataforma para encontrar os tecidos e coleções que mais se encaixam no perfil requisitado. Com essa triagem, ele consegue até mostrar como a peça ficaria no ambiente, já que a ferramenta permite que a simulação da cama seja aplicada em alguns cenários. Inclusive o cliente pode mandar uma foto do quarto e o vendedor a coloca na ferramenta para que o produto simulado seja encaixado nele”, detalha.

A ferramenta foi criada dentro do conceito “you get what you see”, em que o objetivo é retratar o produto com o maior realismo possível e, para que isso se aprimore ainda mais, Lars Müller comenta que as equipes da BekaertDeslee estão trabalhando uma alternativa que permita ao cliente reproduzir a experiência táctil.

Vânia ainda completa dizendo que o cliente pode analisar tranquilamente as simulações para que faça sua escolha com mais precisão. “Nós oferecemos ao cliente a opção de fazer o download do projeto para que ele possa apreciar com mais tranquilidade e ter a possibilidade de ver o tecido aplicado na peça com uma cor diferente do padrão (que ele mesmo pode sugerir), antecedendo a solicitação de uma amostra física para validação”.

 

Inovação para ficar

Como ainda e muito difícil de prever como será o mundo pós-pandemia, a BekaertDeslee vem trabalhando para que a ferramenta possa se mostrar cada vez mais eficiente e seja bem recebida no mercado. “Esse projeto ainda é algo muito recente, mas nos países em que ele já está operando, o feedback tem sido muito positivo. A dificuldade de um convívio social com tranquilidade ou as mudanças que acontecerão em relação à presença física não podem fazer com que nossos clientes deixem de produzir”, garante Lars, lembrando que no Brasil já fizeram três reuniões virtuais em que a ferramenta foi usada e o feedback dos clientes também foi positivo. “Se adaptar ao modo com que o cliente trabalha também é fundamental”, defende Lars.

Neste sentido, a BekaertDeslee também não para de inovar nos produtos, e neste momento investiga a eficácia e até mesmo a utilidade de soluções que contemplem questões do momento como o coronavírus.

Abaixo você confere o vídeo feito pela empresa para a divulgação da nova ferramenta de vendas:

 

Comentários