amazon_suspende.jpg

Amazon suspende no Amazonas a venda de produtos não essenciais

A Amazon suspendeu a venda e entrega de produtos não essenciais no Amazonas, após lockdown decretado pelo governo. Produtos essenciais ainda podem ser comprados no site. A empresa informou que está acompanhando as decisões do governo e orientações dos órgãos de saúde locais. Leia a nota da Amazon:

“A Amazon e seus parceiros de negócios continuam atendendo os pedidos em todo o país para todos os produtos disponíveis em nosso site, com exceção do estado do Amazonas. O governo do Estado do Amazonas restringiu a circulação de pessoas em espaços e vias públicas, em todos os municípios do estado, durante as 24 horas do dia. Por isso, bloqueamos a venda de produtos não essenciais para entrega no estado do Amazonas. Itens essenciais como alimentos e produtos para cuidados pessoais continuam à venda em nosso site para entrega no Amazonas. Em outros estados, ao selecionar um endereço de entrega, esteja ciente de que endereços comerciais podem estar fechados e não recebendo entregas. Continuaremos observando essa situação de perto, mantendo foco na segurança de nossas equipes e garantindo o cumprimento das promessas aos clientes. Acompanharemos também as orientações das autoridades de saúde locais e internacionais”, finaliza a nota.

leia: MADEIRAMADEIRA ABRIRÁ MAIS 120 LOJAS FÍSICAS AINDA ESTE ANO
Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato