Bartira_fabrica.jpg

Bartira demite 500 funcionários e fecha um turno em São Caetano

Aproximadamente 500 trabalhadores foram dispensados ontem pela Móveis Bartira, de São Caetano. A empresa, que pertence ao Grupo Via, confirmou as demissões para "readequação do quadro de colaboradores" e que por isso eliminou um turno.

Os funcionários estavam de férias coletivas desde o dia 20 de dezembro. Os que trabalhavam no período da manhã foram comunicados dos cortes ao chegar à empresa. Os do turno da tarde receberam um telegrama com a notícia de que não faziam mais parte dos planos da fabricante de móveis.

"Informamos que a partir de 10/01/2022 necessitaremos realizar ajustes na fábrica e com isso se faz necessário a readequação do quadro de funcionários da Fábrica de Móveis (Bartira). Desta forma, comunicamos que a partir de 10 de janeiro de 2022, você está dispensado de suas atividades na empresa", dizia o texto enviado aos demitidos. Em seguida havia um agradecimento pela "cooperação e colaboração" e marcação do dia, local e horário para a realização do exame demissional.

"Tinha gente com dez, 20 anos de casa. Outros que estavam há menos de um ano. Para um grupo grande como a Via, nós somos apenas mais um número", conta um dos demitidos e que pediu a condição de anonimato.

Segundo o ex-funcionário, a empresa contava com aproximadamente 800 trabalhadores e estava operando com dois turnos. Com isso, a partir de hoje, irá operar com apenas um. "O pessoal que hoje (ontem) entrou à tarde deveria ficar até as 23h34, mas todos foram dispensados por volta das 18h; Amanhã (hoje) eles já começam a trabalhar às 6h", afirmou.

leia: VOLUME DE PRODUÇÃO DE MÓVEIS NÃO SE SUSTENTA EM 2021, SEGUNDO IBGE

Pela manhã um representante do sindicato da categoria enviou áudio aos operários lamentando os cortes e aconselhando os demitidos que tenham controle no uso das verbas rescisórias por causa da dificuldade de se recolocar e também por conta das novas variantes do coronavírus e do surto de gripe. "O sindicato foi pego de surpresa, não contávamos com essas demissões. Achávamos que todas já tinham sido feitas", afirmou. Em outubro do ano passado a Bartira já havia encerrado um turno e realizado cortes.

A Bartira se manifestou por meio de nota. "A empresa esclarece que realizou uma readequação do quadro de colaboradores, eliminando um turno de atividades. Todos os profissionais desligados estão recebendo apoio e orientações para recolocação".

(Com informações Diário do Grande ABC)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato

Você já conhece e segue nossas redes sociais?