Screenshot_1.png

Volume de produção de móveis não se sustenta em 2021, segundo IBGE

Com apenas dois meses em terreno positivo na comparação com o mês imediatamente anterior, não havia condições da produção de móveis se sustentar em 2021 na comparação com o ano anterior. É fato que as piores quedas ocorreram em março e abril, houve pequena expansão em maio, mas o segundo semestre não teve fôlego para alterar o quadro, como se vê no gráfico abaixo.

Em consequência, o volume de produção acumulado de janeiro a novembro é neutro, ou seja, está em 0%. E, embora o índice do acumulado de 12 meses ainda esteja positivo em 1,3%, dificilmente os dados finais do ano, medidos pelo IBGE, permanecerão positivos.

leia: MG: MOVELEIRAS SÃO INSERIDAS EM REGIME ESPECIAL DE TRIBUTAÇÃO

Lembramos que o ano de 2020, atingido em cheio pela pandemia, terminou com queda de 3,8% na produção de móveis do País.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato

Você já conhece e segue nossas redes sociais?