producao-no-sul-baixa-770x499.jpg

Dados de setembro apontam queda na produção em 2020

O impacto do coronavírus vai afetar as indústrias de móveis em 2020, apesar da retomada a partir de maio. Contribui para as dificuldades a escassez de insumos que reduz a capacidade de produção das fábricas.

Em setembro o aumento da produção na comparação com agosto foi de apenas 2,3%. Na comparação com igual mês de 2019 a alta chegou a 9,7%. Porém, o desempenho de setembro apenas minimizou o recuo de produção em 2020 de 10,9% até agosto para 8,3% até setembro. Com isso, a taxa anualizada permaneceu estável em -5,8%.

leia: PREÇO DOS MÓVEIS NA INDÚSTRIA AUMENTAM 11,6% ATÉ SETEMBRO

A manutenção das dificuldades no abastecimento de insumos que, segundo os principais fornecedores só dará se normalizar em 2021, deverá também provocar o retardamento da recuperação dos níveis de produção de móveis.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato