Alessandra-Lippel_2.jpg

Empresária faz convite para embarcar no elevador do futuro

Afinal, quais são as habilidades do profissional do futuro? Alessandra Lippel, futurista e criadora de conteúdo sobre tendências e criatividade, através de pesquisas sobre as habilidades do profissional do futuro, desenvolveu alguns episódios contando algumas das habilidades que precisamos desenvolver para continuarmos "firmes no jogo”. Na comparação, a especialista faz uma viagem imaginária em um "elevador do futuro", parando andar por andar, para explicar a complexidade sobre cada uma dessas habilidades. 

A primeira das habilidades chama-se fluência digital. Essa habilidade é mais natural para os integrantes da geração Z (pessoas nascida, em média, entre meados dos anos 1990 até o início do ano 2010) e vai muito além de fazer amizade com a máquina.  Trata-se de compreender a diferença entre digital e digitalizado. Digitalizado é tudo aquilo que existe no mundo físico e que é transportado para o mundo digital tal como foi concebido, como por exemplo, um supermercado que coloca seus produtos pra vender na internet.

Fluência digital  é adotar um pensamento não linear, conectado e imprevisível como, por exemplo, o Gympass, que muda toda a lógica de funcionamento das academias de ginástica, ao criar um modelo de pagamento que permite usar academias de várias redes diferentes, comprando avulso e não mais aquele plano engessado com direito a multa de cancelamento. Isso é digital.

A transformação digital impacta todos os setores, por isso precisaremos saber como reunir equipes de humanos, robôs, bots e fazer com que todos trabalhem juntos. Um desafio e tanto, mas possível de ser adaptado em nossa rotina se estivermos abertos para um processo de aprendizagem contínua, que chamamos de lifelong learning. 

"Precisamos criar ferramentas para uma fácil compreensão de tantos conceitos novos, pois conceitos ainda mais complexos ainda estão surgindo. Vai ficar cada vez mais difícil acompanhar toda a transformação, sem assimilar os fundamentos e os pilares que estão sendo usados para construir esse novo mundo. Assim como é difícil para uma criança entender equações sem conhecer os princípios básicos de cálculo matemático”, conclui Lippel.

Alessandra Lippel criou a plataforma Limão ou Limonada voltada para empresas e pessoas, onde retrata uma nova era e os impactos tecnológicos desses desdobramentos no comportamento dos indivíduos. Aponta que não há apenas uma forma de resolver um problema e que a inteligência coletiva e a cocriação são fundamentais para conseguir lidar com os desafios em um mundo cada vez mais complexo. Com bom humor, música e inovação, desperta o interesse das pessoas sobre temas como o futuro do trabalho, dos negócios e os impactos positivos. 

 

Soluções do Limão ou Limonada

Para Pessoas: O Limão ou Limonada adotou uma fórmula simples, mas poderosa. Escolher um "limão", ou seja, uma situação desafiadora. A partir dessa definição, buscar pessoas que já transformaram esse limão em limonada, transformaram o problema em solução e qual solução foi dada. A partir dessas informações, é produzido um conteúdo, workshops e palestras sobre o assunto, com o intuito de inspirar as pessoas e estimulá-las a conversar diretamente entre si, trocando suas próprias experiências e compartilhando suas "receitas de limonada", as soluções encontradas.

Para Empresas: Transformar limões em limonadas em apenas cinco dias é algo que já faz parte da rotina de Alessandra Lippel, empresária e executiva especialista em futuro do trabalho e prototipagem rápida de projetos. Através das metodologias de sprints e squads, seu trabalho traz um mix de conteúdos e consultoria, conectando pessoas e empresas em busca de soluções para os seus desafios.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato