young-man-assembling-kitchen-furniture.jpg

Preços dos móveis na indústria sobem quase 20% até novembro

O Índice de Preços ao Produtor de Móveis, medido mensalmente pelo IBGE, subiu 4,03% em novembro, a segunda maior alta mensal do ano (4,14% em setembro). No acumulado dos primeiros 11 meses do ano a alta é de 19,56%, mas poderia ter sido bem maior, não fosse a queda de 0,23% registrada em fevereiro e os índices pífios de aumento em maio e junho, período mais crítico da pandemia.

Mas, apesar da alta considerável em relação ao histórico de correção de preços na indústria de móveis (em 2019 a alta foi de apenas 4,52%) a indústria aponta dificuldades de repasse dos custos em 2020. As principais matérias-primas elevaram seus preços em níveis bem superiores aos quase 20% de alta dos móveis na fábrica. Assim, é provável que os índices de dezembro e janeiro venham em níveis semelhantes ao de novembro de 2020.

leia: MODELO HÍBRIDO DE TRABALHO: ENTENDA VANTAGENS E DESAFIOS
leia: LUIZA HELENA TRAJANO DÁ 5 DICAS PARA ALAVANCAR OS NEGÓCIOS

Veja abaixo os índices mês a mês em 2020 e o acumulado de janeiro a novembro:

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato