luiza_trajano_2.jpg

Luiza Helena Trajano dá 5 dicas para alavancar os negócios

A empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, participou da última live do ano da série AproxiME, produzida pelos Correios para apoiar pequenos e médios empreendedores neste momento desafiador. O Magazine Luiza é líder no segmento de varejo no País.

O Blog dos Correios selecionou trechos da sua live com dicas sobre como micro e pequenos empresas podem aperfeiçoar as suas gestões, alavancar as vendas e se destacar no competitivo mercado de e-commerce.

Aposte na multicanalidade

Durante a live, Luiza Helena lembrou que, por muito tempo, a Magazine Luiza foi vista como o “patinho feio” da Bolsa de Valores, pois, segundo ela, os investidores não acreditavam em loja física. “Quando a Amazon e o Alibaba começaram a comprar loja física, o jogo virou. Estávamos a frente desse processo porque já tínhamos feito muito laboratório. Aguentamos firmes a rejeição do mercado”, orgulha-se.

Um das primeiras empresárias a apostar na multicanalidade, para Luiza Helena o mundo digital não compete com o físico, mas é um aliado. “O cliente hoje compra pela internet e retira na loja física; compra na loja e reclama na internet. Você precisa estar onde, quando e como o seu cliente quiser. Todo lugar onde temos a loja física da Magazine, vendemos mais pela internet”, ressalta.

A empresária observou ainda que o comércio eletrônico não deve mais ser visto apenas como uma plataforma. “O digital é um modo de fazer, uma cultura. A loja física vai continuar, mas o e-commerce é uma necessidade. Se você está presente apenas na internet, faça bem feito. Mas se você é só uma loja física, precisa entrar no digital”, enfatizou.

Crie experiências memoráveis

Em 1990, quando pouco se falava em atendimento ao consumidor, Luiza Trajano criou o que ela chama de um “SAC mais humanizado”. “Colocava nos tabloides de ofertas com a minha foto e o número do meu telefone particular para atender clientes que não foram bem atendidos”, conta.

De lá para cá, Luiza Helena conta que a empresa ganhou diversos prêmios do Reclame Aqui, mas que ainda não está satisfeita. “Enquanto tiver um cliente reclamando, eu não durmo a noite. Temos uma verba especial para resgatar os insatisfeitos, porque é muito mais barato trazê-los de volta do que perdê-los”, revela.

Na visão da empresária, os pequenos empresários têm muito mais condição de atender cada cliente como único. “Vender e entregar no prazo é commodity, é preciso surpreender, criar experiências memoráveis para o seu cliente”, aconselha.

Tenha princípios claros

Há mais de duas décadas, a Magazine Luiza integra o ranking das melhores empresas para se trabalhar no Brasil e é vanguardista em promover ações de equidade dentro da empresa. Durante a live, Trajano ressaltou a importância de se ter princípios que dos quais não se abra mão.

“Na Magalu, nós prezamos pela honestidade e igualdade acima de tudo. A discriminação é inegociável, quem cometer é mandado embora.”

Para a empresária, valorizar as pessoas também é fundamental. “Não somos um CPF, todos temos sentimentos. Escute com atenção os seus funcionários, eles precisam se sentir protagonistas da sua empresa. Não precisa acertar sempre, mas saiba pedir desculpas quando errar”, salienta.

leia: FIM DO AUXÍLIO EMERGENCIAL ACIRRA CONCORRÊNCIA NO VAREJO

Foque no fluxo de caixa

Além do lado social, Luiza aconselha que o empreendedor tenha dois focos principais: venda e fluxo de caixa.  “Um fluxo de caixa ruim quebra uma empresa em 20 dias, falta de lucro não. Por isso, não tenham vergonha de vender, vendam muito”, frisou.

Não se endividar e manter os pés no chão também são atitudes importantes, frisa a empresária. “Vejo muitos pequenos empresários vender sem ter mercadoria, depois não conseguem devolver o dinheiro. Pensar pobre é muito ruim, mas pensar pobre e agir rico é pior. Faça só o que seu bolso permite”, alerta.

Teste suas ideias

A Magazine Luiza foi a pioneira no País na criação de lojas virtuais. Na visão de Luiza Helena, esse feito mostra como a empresa sempre ousou e foi aberta ao novo – atitudes essenciais para o sucesso do negócio.

“Tire da cabeça que você não tem dinheiro, pense grande. Mas é importante testar as ideias, não ficar planejando muito no papel. Não tenha medo de arriscar: deu errado, tira; deu certo, multiplica”, ensina.

(Com informações do Blog dos Correios)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato