indices.png

Produção de móveis sobe em fevereiro e acumula 5,5% este ano

A produção de móveis em fevereiro se descolou da indústria de transformação que registrou recuo de 0,7% e cresceu 0,7% na comparação com janeiro. Por sinal, dezembro e janeiro também havia registrado alta na produção moveleira, em índices de 1,9% e 3,2%, respectivamente.

O mês de fevereiro também apresentou alta, de 3,8%, bem menor do que o verificado em janeiro na mesma base de comparação, 7,1% que, por sua vez, já havia sido bem inferior ao registrado em dezembro, que chegou a 16,3% na comparação com dezembro de 2019.

Com o desempenho de fevereiro, a produção de móveis acumulada nos primeiros dois meses do ano registra alta de 5,5% em relação a janeiro e fevereiro de 2020. Já na comparação de 12 meses, a queda é de 2,9%, pouco menor do que a verificada nos 12 meses encerrados em janeiro, que era de 3,1%.

leia: preço de móveis na indústria aumenta 28% em 12 meses

O comportamento da indústria de móveis nestes primeiros dois meses de 2021 está muito atrelada ao fornecimento de matérias-primas e insumos, problema que ainda não está totalmente resolvido, segundo empresários ouvidos pela Móveis de Valor.

Nos quadros abaixo o desempenho dos últimos 12 meses, em comparação ao mês imediatamente anterior, a igual mês do ano anterior, o acumulado no ano e acumulado em 12 meses. Os dados são do IBGE e foram anunciados nesta quinta-feira, 1º de abril.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato