ricardo-eletro.jpg

Ricardo Eletro cria revenda digital e busca parceiros

A Ricardo Eletro lança um novo modelo de vendas para parceiros de negócios. A marca se reinventou e vai ampliar sua atuação digital, fortalecer a proximidade com os clientes e continuar oferecendo os melhores preços. O cadastro não tem custo e os vendedores podem utilizar as próprias redes sociais para fazer sua propaganda. As vendas serão feitas pelo WhatsApp onde o vendedor tem o catálogo digital e acesso à plataforma de venda da Ricardo Eletro na qual, caso o cliente escolha pagar por meio de cartão de crédito ou boleto, receberá um link para efetuar o pagamento.

“Esse projeto de parceiros é uma oportunidade para fomentar o varejo digital e abrir novas frentes de oportunidade de renda”, aponta o diretor regional da Ricardo Eletro de Pernambuco, Fradick Raposo.

A Ricardo Eletro está em busca de pessoas interessadas em reforçar o time para somar e fazer parte dessa nova história. Esses parceiros, como são chamados os vendedores cadastrados, prestarão um serviço personalizado e cuidadoso para os clientes, como se estivessem no conforto do próprio lar. Deste modo, a empresa consegue ampliar sua área de atuação com mais proximidade dos clientes, buscando oferecer os melhores preços.

Leia: REDE FEIRÃO DE MÓVEIS INAUGURA MEGALOJA EM JOINVILLE (SC)
Leia: 50% DAS VENDAS ONLINE DA VIA VAREJO PASSAM POR LOJAS FÍSICAS

Entre em contato – Para quem quer ser um parceiro, basta entrar em contato por meio das redes sociais da empresa que podem ser encontradas no site, nas quais os interessados serão redirecionados para o supervisor regional mais próximo com as orientações necessárias. Estes responsáveis vão dar o suporte de ferramentas e técnicas de varejo adequados para execução do serviço. A aba “Trabalhe Conosco” do site da Ricardo Eletro também está aberta para os interessados em fazer parte do time.

O outro modelo de venda, como parceiro varejista, é ofertado para empreendedores que não só trabalham no setor de eletrodomésticos, mas que gostariam de revender os produtos da Ricardo Eletro, que podem ir desde pequenos comerciantes à ampliação do ramo de negócios de uma marca. Não haverá custo para revender os produtos e nem a necessidade de comprar um mostruário.

“Temos um exemplo fantástico de um cliente em Santo Antônio de Jesus, na Bahia, que comprou essa ideia. Ele tem uma pequena rede de lojas e adquiriu até o mostruário mesmo não sendo necessário, para que ele pudesse apresentar os produtos e vender nosso estoque”, cita o diretor regional da Ricardo Eletro de Feira de Santana, na Bahia, Ronan Silva.

Esses varejistas também serão comissionados pelas vendas e receberão todo apoio de marketing, logístico/de treinamentos da empresa. Ficará à disposição todo suporte técnico necessário dos gerentes regionais que visitará, de forma periódica, o parceiro varejista para o modelo de negócio fluir.

(Com informações do Diário do Comércio)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato