IMG-LOGO

Via tem lucro contábil de R$ 18 milhões no 1º tri, queda de 90%

Revisado Natalia Concentino - 10 de Maio 2022 572 Views
lucro_da_via.jpg
O lucro bruto somou R$ 2,305 bilhões entre janeiro e março de 2022, uma diminuição de 2,7% na comparação com igual etapa de 2021

A Via teve lucro contábil de R$ 18 milhões, segundo dados enviados à CVM, o que representou uma queda de 90% frente aos R$ 180 milhões de igual período de 2022.

 

A empresa informou ainda um lucro comparável de R$ 86 milhões, no qual registrou alta de 36,5%.

 

Assim, o resultado veio acima do projetado pelo consenso da Refinitiv, que era de prejuízo de R$ 63 milhões.

 

A varejista explica que “no 1º trimestre de 2022, houve R$ 29 milhões de incentivo de subvenção de maneira recorrente. Já no 1º trimestre de 2021, houve efeito do incentivo de subvenção recorrente de R$ 33 milhões e R$ 117 milhões de períodos anteriores, totalizando R$ 150 milhões”.

 

LEIA: Via lança aplicativo exclusivo para lojistas do marketplace

 

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da Via somou R$ 758 milhões, uma alta de 29,8% sobre igual período de 2021, com margem de 10,2%, acima dos 7,7% de um ano antes.

 

Em relação às projeções do mercado, o Ebitda da Via veio acima do esperado, que era de R$ 592 milhões.

 

A receita líquida da Via somou R$ 7,399 bilhões, 2% abaixo dos R$ 7,547 bilhões de um ano antes, atingindo uma margem bruta de 31,2%, queda de 0,2 ponto porcentual.

 

O lucro bruto somou R$ 2,305 bilhões entre janeiro e março de 2022, uma diminuição de 2,7% na comparação com igual etapa de 2021.

 

As despesas de vendas, gerais e administrativas somaram R$ 1,609 bilhão nos três primeiros meses do ano, uma redução de 12,8% em relação mesmo período de 2021.

 

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 428 milhões no primeiro trimestre de 2022, uma elevação de 98,8% frente a mesma etapa de 2021.

 

A piora do resultado financeiro foi em razão, principalmente, do aumento da Selic, parcialmente mitigado pelos melhores spreads sobre o custo.

 

LEIA: Selic a 12,75% vai afetar consumo de móveis e eletros

 

Mais sobre balanço da Via

 

Em relação ao GMV total bruto, este alcançou R$ 10,673 bilhões, um aumento de 3,3%, sendo que o GMV Ominicanal (1P) atingiu R$ 9,509 bilhões, aumento de 2,3%.

 

Enquanto isso, o GMV (volume bruto de mercadorias) Ominicanal (3P) da Via totalizou R$ 1,164 bilhão, incremento de 12%.

 

Dívida e investimentos

 

No trimestre, os investimentos da Via totalizaram R$ 312 milhões, mantendo a alocação de aproximadamente 60% do total direcionado para projetos relacionados à tecnologia e logística para suportar o crescimento e digitalização da companhia.

 

No final de março de 2022, o caixa líquido ajustado era de R$ 546 milhões, uma redução de 84,9% em relação ao mesmo período de 2021.

 

Principais números do balanço: reconciliação contábil para operacional

 

Resultados Via no primeiro trimestre 2022

 

 

(Com informações InfoMoney)

Comentários