varejo-brasileiro_(2).jpg

Consumo das famílias varia positivamente no 2º trimestre

Um dos indicadores mais importantes na formação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, principalmente para o setor moveleiro, é o que analisa o Consumo das Famílias. Este indicador reflete o movimento da economia em determinado período e revela também uma tendência importante em relação aos meses seguintes.

O IBGE divulgou hoje, 29, o resultado do PIB do segundo semestre, que apresentou variação positiva de 0,4% na comparação com o primeiro. Na comparação com igual período de 2018, o PIB subiu 1,0%. No ano, a alta é de 0,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Mas, embora os números ainda sejam pouco representativos, chama atenção o fato de que o consumo das famílias está subindo gradativamente. Na comparação com o trimestre anterior a alta é de 0,3%, mas sobe para 1,6% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e se consolida em 1,5% no acumulado dos quatro últimos trimestres em relação ao mesmo período do ano anterior.

Para efeito de análise, considerando os valores correntes no trimestre de R$ 1,133 trilhão, são R$ 3,4 bilhões adicionais no potencial de consumo das famílias. Na mesma base de análise, considerando os valores correntes de R$ 18 bilhões disponíveis para consumo por trimestre em 2019, o adicional chega a R$ 54 milhões.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato