capa_liquidacao_.jpg

Deflação no preço dos móveis no ano é a maior desde 2017

Em outubro, segundo dados da pesquisa mensal do IBGE, o IPCA-15 geral ficou em 0,09%, a menor desde outubro de 1998. No mês, mobiliário registrou deflação com -0,21%, seguindo a tendência observada na maioria dos meses deste ano. O índice foi puxado para baixo, principalmente pelo recuo de 0,73% nos móveis para sala e 0,61% no segmento de copa e cozinha. A maior alta ocorreu em colchão, com 0,55%, seguido de móveis para quarto, com 0,30% e infantil, com 0,18%.

O comportamento de móveis em outubro aumentou a queda de preços no acumulado do ano que até julho estava levemente positivo, para uma deflação de 0,22%. É a maior queda desde 2017 no período. O pico de alta entre janeiro e outubro ficou com o segmento de móveis de quarto com 2,27%, seguido de infantil com 1,17%. Os outros três segmentos apresentaram queda, respectivamente de 2,02% (copa e cozinha), 1,60% (móveis para sala), e 1,47% (colchão).

Nos últimos 12 meses o IPCA-15 geral ficou em 2,72% enquanto o de móveis subiu apenas 1,64%. Dos cinco itens pesquisados apenas colchão está com deflação (-2,31%).

Veja abaixo planilha completa do IPCA-15 de outubro:

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato