Mega-Descontos-01-1024x576-1.jpg

Depois do 7 de setembro varejo recua do evento Semana do Brasil

Por conta dos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o varejo está recuando da Black Friday verde-amarela. De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo, a Semana Brasil parece ter naufragado neste ano.

A campanha foi lançada pelo governo em 2019 para estimular o comércio a fazer promoções nos meses de setembro. A ideia era tentar aquecer as vendas. Com o apelido de Black Friday verde-amarela, a tentativa era criar uma nova data no calendário anual do varejo.

leia: ETNA PLANEJA FECHAR LOJA DE SALVADOR ATÉ O FIM DO ANO

Porém, em 2020, a pandemia tirou o humor do consumo. Em 2021, o problema é que a data acontece junto com os protestos bolsonaristas que aprofundam o clima de polarização.

Em 2019, quase 3.000 empresas e associações se cadastraram para participar da campanha no site. No domingo (3), o mesmo site apresentava pouco menos de 200 empresas participantes para a edição de 2021.

(Com informações Exame)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato