Desafio-Mobiliza-Breton-Equipe-Lobo-Guara.jpg

Desafio da Breton premia alunas de design

A Breton, marca paulistana de móveis de luxo, acaba de apresentar as ganhadoras do Desafio Mobiliza Breton, projeto desenvolvido para incentivar novos talentos a iniciar seu próprio negócio, aliando conscientização ambiental e novas ideias. O projeto premiado é de quatro alunas do curso técnico de Design de Móveis da Escola Técnica Estadual (Etec) Guaracy Silveira, de São Paulo (SP). Camila Alves, Karoline Barsante, Lais Nagaki e Sthefani Rodrigues desenvolveram o Studio Lobo Guará, uma startup para fabricar móveis e produtos de decoração a partir da reutilização de resíduos da indústria moveleira.

 

Os principais produtos Studio Lobo Guará são pufes artesanais feitos de papelão, espuma e manta acrílica. Individuais ou para três pessoas, os móveis suportam de 95 a 120 quilos. A comercialização será feita por meio de vendas online e aluguel para eventos. As estudantes também produziram mantas decorativas e luminárias.

 

“Além de utilizar os conhecimentos do curso, tivemos mentoria de diversos profissionais, como a Chiara Gadaleta, na parte de design, e o Léo Cherman, que nos deu uma aula sobre como montar nosso plano de negócios”, explica Camila, acrescentando que sintonia entre a própria equipe também foi muito importante, pois precisavam conciliar as ideias e outras atividades para que tudo desse certo em pouco mais de um mês.

 

As vencedoras da competição receberão aporte de R$ 30 mil, um ano de fornecimento de matéria-prima, seis meses de assessoria jurídica e contratos com empresas de aceleração de negócios.

 

O desafio da Breton

 

Dez grupos de estudantes foram desafiados pela Breton a pensarem em formas criativas, sustentáveis e empreendedoras para dar novo destino às sobras de matérias-primas utilizadas na produção dos móveis e embalagens da empresa, como sucata de papelão, plástico, inox, alumínio, retalhos de tecido, espuma, entre outras.

 

As dez equipes selecionadas na primeira etapa fizeram uma visita à fábrica da Breton para entender o processo de produção de todas as peças do portfólio da marca, além de contar com workshops de Lab Social para formularem seus projetos.

 

Após esse primeiro momento, três equipes foram selecionadas para a próxima fase e participaram de mentorias semanais, com profissionais renomados do universo de design e executivos de grandes corporações.

 

Realizado em parceria com o Visionários, uma rede focada em resolver desafios socioambientais, o Desafio Mobiliza Breton bsuacou provocar uma mobilização interna, gerando novas maneiras de pensar procedimentos já existentes.

 

Entre os três grupos finalistas do desafio, dois eram formados por estudantes do curso técnico de Design de Móveis da Etec Guaracy Silveira. “O desafio se diferencia das atividades acadêmicas já que os estudantes são obrigados a pensar num projeto profissional com viabilidade de mercado”, considera o coordenador do curso, Luiz Lima, acrescentando que o“desperdício de materiais e redução de resíduos industriais deixaram de ser percebidos como questões exclusivamente ambientais. Para serem mais competitivas nos mercados nos quais atuam, empresas têm dado cada vez mais importância a alternativas que reduzam o custo de produção e ao perfil do consumidor consciente, que prefere produtos e marcas que se mostrem responsáveis social e ambientalmente”.

 

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato