IMG-LOGO

Economia prateada: conheça os móveis criados para a 3ª idade

Revisado Natalia Concentino - 05 de Dezembro 2023
economia_prateada.png
Imagem: Freepik

A economia prateada é um termo utilizado para designar todo tipo de produto e serviço direcionado para um público com mais de 50 anos de idade – ou seja, que está se aproximando ou já se encontra na terceira idade. Essa tendência abrange diversos mercados e vem se fortalecendo conforme a expectativa de vida das pessoas aumenta, consequentemente criando uma população cada vez mais idosa.

 

De acordo com um levantamento da Data8, a economia prateada movimenta cerca de R$ 2 trilhões anualmente no Brasil. Ao redor do mundo, esse número aumenta para 15 trilhões de dólares, reforçando a importância de todo o mercado dar a devida atenção ao público mais velho. No Brasil, a expectativa é que esse número dobre, considerando que o país alcançará a sexta maior população idosa do mundo até 2050.

 

O mercado de móveis para a terceira idade vem se mostrando um dos mais promissores dentro da economia prateada. Conforme as pessoas envelhecem, a tendência é que elas se aposentem e passem mais tempo em casa, o que acaba criando novas necessidades em seu cotidiano. Por isso, torna-se essencial contar com móveis que sejam seguros e, acima de tudo, funcionais.

 

É natural que esse público sinta mais limitações no dia a dia, seja por questões de saúde ou por fatores da idade. A principal proposta é garantir uma ergonomia que atenda a todos os requisitos de conforto e usabilidade, permitindo que os idosos não precisem se esforçar tanto para realizar tarefas simples. Isso costuma incluir móveis e eletrodomésticos mais baixos, luzes automáticas, designs com menos pontas, etc.

 

leia: O Brasil está envelhecendo rápido – e não estamos preparados

 

Hoje em dia, já é possível encontrar no mercado móveis como poltronas feitas com materiais 100% recicláveis, que, além de serem amigáveis com o meio ambiente, são projetadas pensando no bem-estar do público maduro. Esse tipo de móvel não é muito alto e evita grandes inclinações, pensando na praticidade de sentar e se levantar sem nenhum tipo de dificuldade física.

 

Os colchões térmicos e anatômicos são outro exemplo de produto desenvolvido especificamente para a terceira idade. Sua grande quantidade de molas garante que o peso seja igualmente distribuído de ambos os lados, proporcionando máximo conforto; além disso, eles contam com uma refinada tecnologia térmica, que favorece a circulação de ar e evita temperaturas extremas.

 

Esses são apenas alguns exemplos de móveis que se destacam em meio à economia prateada. Com a popularização desse tipo de produto, as pessoas passarão a planejar melhor sua aposentadoria através de um simulador de investimentos e outras ferramentas que ajudem a se organizar financeiramente. Dessa forma, é possível aderir a esses confortos com mais segurança e estabilidade.

 

 

Comentários