digital-world-map-hologram-blue-background.jpg

Exportações de móveis crescem quase 70% entre janeiro e maio

Depois de dois anos de queda, as exportações brasileiras de móveis registram forte alta nos primeiros cinco meses de 2021. De janeiro a maio o total exportado alcançou US$ 385,9 milhões, 69% acima dos US$ 228,0 milhões do mesmo período de 2020. Ano passado as exportações fecharam com queda de 2,8%.

Porém, apesar da alta, entre os cinco maiores, apenas um registrou evolução suficiente para melhorar no ranking de representatividade sobre o total, na comparação 2021-2020. O Chile aumentou as compras em 208% e, com isso, passou de 6% para 10% sobre o total.

leia: MÓVEL BRASIL GERA U$ 8,3 MI EM NEGÓCIOS COM PROJETO COMPRADOR

A variação dos outros quatro maiores, que representam juntos 65% de tudo o que foi exportado pelo País no período, não oscilou mais de 1 ponto percentual, como se vê no quadro abaixo. E mais, o Reino Unido oscilou para baixo.

Se mantiver o desempenho nos próximos sete meses do ano, as exportações ainda não baterão na casa de US$ 1 bilhão, número alcançado pela última vez em 2005.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato