logistic-concept.jpg

Exportações de móveis superam US$ 1 bilhão depois de 14 anos

Conforme havíamos previsto anteriormente (veja aqui), depois de 16 anos as exportações de móveis voltaram a bater a casa de US$ 1 bilhão. A última vez havia sido em 2007 (US$ 1.005 bi). Entre janeiro e dezembro de 2021 a soma chegou a US$ 1.041 bilhão, considerando os códigos SH4 9401, 9403 e 9404 da pauta de exportações de móveis.

Santa Catarina continua liderando as exportações, respondendo agora por 36% do total. Porém, reduziu sua participação que havia sido de 40% em 2020.

Os Estados Unidos continuaram sendo o maior comprador de móveis do Brasil, com 35% do total em 2021. No ano anterior o percentual chega a 39.

leia: VAREJISTAS APOSTAM NO COMÉRCIO EXTERIOR POR CONTA DA CRISE

Outro aspecto favorável foi o aumento do superavit da balança comercial. Em 2020 havia sido de 15,6% e ano passado alcançou 35,5%. Porém, as importações também aumentaram em 2021 para quase 769 milhões de dólares ante 598 milhões em 2020. Quase a metade (48%) veio da China. Em 2020 os móveis chineses representaram 44% do total importado pelo Brasil.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato

Você já conhece e segue nossas redes sociais?