polo_moveleiro.png

Exportações de São Bento do Sul superam média nacional

As exportações de móveis do polo moveleiro de São Bento do Sul tiveram alta superior às médias catarinense e brasileira no primeiro semestre de 2019. Enquanto as vendas internacionais cresceram 0,8% no Brasil e 4,6% em Santa Catarina, em relação ao mesmo período do ano passado, o faturamento das indústrias do polo moveleiro catarinense - que compreende São Bento do Sul, Rio Negrinho e Campo Alegre - avançaram 7,3% e alcançaram US$ 74,160 milhões.

A região é responsável por 22% das exportações moveleiras do Brasil, que somaram US$ 332,56 milhões entre janeiro e junho deste ano. O volume representa ainda 56% das vendas internacionais de móveis de Santa Catarina, que atingiram US$ 131,89 milhões no primeiro semestre. O levantamento é do Sindusmobil – Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Bento do Sul, com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic).

São Bento do Sul permanece como o maior exportador nacional de móveis, com faturamento de US$ 43,626 milhões no primeiro semestre e crescimento de 8,8% sobre o ano anterior. Esse volume representa 36% das exportações catarinense e 14% das exportações brasileiras de móveis. Os maiores mercados compradores são os Estados Unidos com 21%, Reino Unido com 5% e França com 3%.

Campo Alegre, que foi o 5º maior exportador nacional de móveis em 2018, encerrou o primeiro semestre desse ano na 2ª posição. O faturamento de US$ 20,845 milhões foi 17,7% superior ao alcançado no primeiro semestre do ano passado.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato