idosos_em_casa.png

Idosos querem armários mais acessíveis em casa

O projeto europeu DESIRE, que pertence à SHINE 2Europe, pretende trabalhar o design para todos aplicado à habitação inclusiva. Para isso, foi feito um levantamento das necessidades e das barreiras existentes nas habitações de pessoas com mais de 65 anos.

O resultado

Os maiores problemas apontados, neste levantamento de dados, estão diretamente relacionados com os maus acessos aos prédios ou casas, a falta de elevadores ou rampas, mau isolamento térmico e acústico e elevados preços da eletricidade que impossibilitam o aquecimento das habitações. Também a falta de varandas ou de iluminação natural foram diversas vezes citados, de acordo com o estudo.

Em relação ao mobiliário, os armários com alturas "onde não se consegue chegar" foram um dos principais problemas apontados pela SHINE 2Europe.

leia: MUMA LANÇA CONSULTORIA GRATUITA PARA PEQUENOS PROJETOS EM CASA

Os maiores desejos

Espaço, organização, conforto e materiais sustentáveis.

Este foi o ponto de partida de um projeto que promete proporcionar aos profissionais do setor da construção civil e de mobiliário doméstico, as ferramentas e competências necessárias para aplicar os métodos do Design para Todos como parte integrante do processo de design. No final deverá ser possível consultar todos os componentes deste currículo inovador numa Plataforma com os conceitos e conteúdos DESIRE.

leia: TENDÊNCIA EM MÓVEIS REFLETE NOVOS VALORES DA RELAÇÃO COM O LAR

Promover comunidades inclusivas a todos

A SHINE 2Europe é uma empresa que tem como objetivo promover comunidades inclusivas para todos os cidadãos, através da prestação de serviços de estudos, consultoria e apoio à implementação de soluções tecnológicas, com uma visão clara de promoção do crescimento social e da inclusão através da partilha de boas práticas, refere o mesmo comunicado enviado.

O DESIRE é um destes projetos que teve início em dezembro de 2020 e pretende trabalhar a área do design para todos, aplicado à habitação inclusiva. Por seu lado, o objetivo é proporcionar um programa de formação e novas competências para quem faz obras de construção ou mobiliário, desde arquitetos e engenheiros a pedreiros ou carpinteiros, para que estejam mais sensíveis às necessidades das pessoas que habitam e envelhecem nas suas casas.

(Com informações do Notícias ao Minuto, de Portugal)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato