compras_natal.jpg

Natal deve ter o maior crescimento dos últimos seis anos

O Natal é a data mais importante para o varejo, sendo uma oportunidade para os comerciantes aumentarem as vendas e alavancarem os resultados do ano. A estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é arrecadar R$ 35,9 bilhões, o que representa um crescimento de 4,8% em relação ao ano passado. Com isso, o varejo brasileiro prevê o maior crescimento de vendas dos últimos seis anos para o período.

As razões para as boas expectativas incluem a inflação estável em baixo patamar, maior acesso e prazos de crédito para o consumidor, liberação de R$ 42 bilhões do FGTS em parcelas individuais de até R$ 500 e R$ 2 bilhões em recursos do PIS/Pasep, além da leve melhora no mercado de trabalho.

O levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) segue as mesmas tendências. De acordo com pesquisa realizada com 1,1 mil varejistas, 58% acreditam que as vendas deste fim de ano vão crescer em comparação com 2018. O aumento esperado é de 17%.

(Com informações do Mercado e Consumo)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato