industria_de_moveis.jpg

Preço dos móveis na indústria cai pelo segundo mês seguido

O comportamento dos preços na indústria oscila bastante este ano, refletindo o comportamento do varejo e as dificuldades com a demanda em baixa. Isso fica mais evidenciado no IPP (Índice de Preços ao Produtor), que mede os preços “na porta da fábrica”. Em julho o IPP de móveis recuou 0,36%, pouco menos do que a queda verificada em junho (-0,50%), mas suficiente para provocar queda mais significativa no acumulado do ano, de 5,20% para 4,82% e no índice anualizado. Neste caso, o recuo foi de 1,9 ponto percentual considerando os 8,18% em junho e os 6,26% nos 12 meses encerrados em julho.

Os indicadores de preços ao produtor das indústrias, do IBGE, são calculados a partir de uma pesquisa feita às empresas industriais.  Constam 416 produtos e cerca de 2.000 empresas, que respondem por aproximadamente 67% da receita líquida de vendas de produtos e serviços industriais.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato