A-Bula-25-Out-1920x1080.jpg

Qual será o futuro do representante comercial?

Desde que o mundo é mundo e sempre que surge uma crise, a pergunta de um milhão de dólares aparece: a atividade de representante comercial vai acabar?

A atividade de Representante Comercial é uma das mais antigas e surgiu com o aparecimento da moeda e o aumento na circulação de mercadorias. A distância entre as localidades nas quais se pretendiam vender determinados produtos levaram os empreendedores a utilizarem-se dos representantes autônomos, visando a intermediação nas relações entre produtores, distribuidores e consumidores. Mas foi em 1942, na Itália, que ocorreu o primeiro reconhecimento da profissão de representante comercial no mundo, provavelmente chamado caixeiro viajante, o homem e sua indefectível mala.

Nós sempre tivemos preocupação em apoiar os representantes de móveis. Lembro que em 2002 lançamos o Manual do Representante de Valor. E o título era bem significativo: Sai o tirador de pedido, entra o prestador de serviços. Portanto, há 18 anos, alertávamos para a necessidade de agregar valor ao serviço de representação comercial.

Na revista Móveis de Valor criamos uma seção chamada Representante de Valor onde, por um longo tempo, mostramos representantes bem sucedidos na atividade contando seus cases de sucesso.

Recentemente, em uma apresentação que fizemos para fabricantes de móveis, enquanto falávamos da importância do digital nas atividades das empresas, ouvimos novamente a pergunta: o representante de móveis vai acabar?

E a nossa resposta foi: Nós não acreditamos só no digital. A relação humana, a relação de representante é, e sempre será, muito importante. O representante vai cada vez mais ter um papel específico. O relacionamento vai continuar sendo um ponto interessante.

Cá entre nós, o representante comercial não será substituído, embora incrível essa tecnologia, porque ele desempenha múltiplos papéis ao mesmo tempo. Na soma de tudo, exerce a função de consultor de negócios, um autêntico profissional de serviços. Sua principal especialidade é ser perito em solucionar problemas. Então, se você é assim, seu futuro está garantido.

Por Ari Bruno Lorandi, diretor da revista Móveis de Valor

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato