volume_de_vendas.jpg

Venda de Móveis dispara 14% em dezembro e fecha ano em alta

Finalmente o setor de móveis tem algo muito importante a comemorar: a alta no volume de vendas do varejo de móveis em dezembro bateu em 14,2% na comparação com igual mês de 2018. Importante lembrar que havia evolução nos meses anteriores de 3,5% em outubro para 7,4% em novembro na mesma base de comparação. Este movimento fica mais evidente na análise em bases trimestrais. O comércio varejista de móveis e eletros, ao avançar 10,7% no quarto trimestre de 2019, registrou comportamento mais positivo observado desde o terceiro trimestre de 2017 (15,3%).

Com a evolução verificada no último trimestre do ano, o volume de venda de móveis fechou em alta de 5,8%, o maior volume desde 2012 (11,9%). E a Receita Nominal de Vendas foi ainda mais espetacular: a elevação em 2019 alcançou 8,4%.

Em nível regional, chama atenção o fato de que São Paulo, que responde por quase 30% do consumo de móveis no Brasil, registrou alta de 15,6% no ano. Esse indicador mostra que o clima de dinamismo no comércio de móveis deve se alastrar pelo restante do País em 2020, considerando que em 2019 os estados de Pernambuco (-8,2%) e Ceará (-3,8%) ainda apresentaram dificuldades de reação. Mas, a Bahia (+4,9%) sinaliza que o Nordeste também pode transitar em terreno positivo este ano.

Outro importante mercado que ainda não reagiu foi o do Rio de Janeiro, registrando recuo de 1,6%. Dos 12 estados pesquisados pelo IBGE, apenas quatro registraram dados negativos no comércio de móveis em 2019.

Veja abaixo o comportamento das vendas no varejo de móveis no período 2012 a 2019 no Brasil e nos estados, segundo a pesquisa mensal do IBGE:

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato