via_varejo_2.jpg

Via Varejo confirma fraude e deve ajustar balanço em até R$ 1,4 bi

A Via Varejo anunciou que realizará ajustes no balanço do quarto trimestre, devido às fraudes identificadas pela auditoria interna. A empresa estima que o impacto das correções seja de R$ 1,2 bilhão a R$ 1,4 bilhão.

A empresa também informou que as fraudes repercutirão em outras linhas do balanço. O patrimônio líquido, por exemplo, poderá encolher entre R$ 800 milhões e R$ 940 milhões. Além disso, a companhia afirmou que haverá impacto no caixa, embora ressalte que não será “relevante”.

A Via Varejo também reitera que já foram identificados ajustes relevantes, da ordem de R$ 200 milhões, referentes a créditos fiscais e outras provisões.

“A administração da companhia também continua empenhada na condução de um trabalho de identificação de riscos e oportunidades”.

No documento, a empresa destaca que continuará tomando todas as medidas necessárias para o saneamento em definitivo das irregularidades contábeis pretéritas identificadas.

Fraudes contábeis

Em novembro, a companhia recebeu denúncias anônimas de irregularidades na contabilidade da rede de móveis e eletrodomésticos.

De acordo com fontes consultadas pela Suno Notícias, executivos da Via Varejo teriam contabilizado despesas operacionais como investimentos.

O objetivo seria transformar, no futuro, as despesas de investimentos em receita e diminuir as provisões da companhia, o que transformaria o retorno sobre investimento da empresa maior do que o real.

Além disso, a denúncia aponta que depósitos judiciais não estariam em provisão, com a exclusão de processos jurídicos com o intuito de reduzir despesas.

(Com informações da Money Times)

 

empresa

Via Varejo

Via Varejo S.A. é uma empresa de comércio varejista brasileira fundada em 2010, responsável pelas redes de lojas Casas Bahia e Pontofrio.