blurred-shopping-street-at-shinjuku-in-tokyo-japan.jpg

Especialista prevê crescimento alto do varejo a partir de abril

O especialista Springboard (inteligência de varejo) revela que o número de clientes em todo o Reino Unido deve aumentar em até 47,9% quando o varejo não essencial reabrir as portas na Inglaterra em 12 de abril.

De acordo com o especialista, esta reabertura verá um aumento de 128,5% no número de pessoas em comparação com a mesma semana em 2020, mas permanecerá 61,8% abaixo do nível de 2019.

As ruas principais e os centros comerciais deverão registar os maiores aumentos de tráfego, de 59% e 46%, respetivamente, enquanto os varejos de rua terão um crescimento de 26. 

Dados anteriores do Springboard demonstraram que quanto mais tempo os consumidores estão sujeitos a restrições, maior o desejo de liberdade. Após 14 semanas desde o início do Lockdown 3, em 4 de janeiro, os compradores provavelmente se sentirão mais seguros ao visitar os centros de varejo. O sucesso do programa de vacinação do Reino Unido, que já viu mais de 60 milhões de indivíduos vacinados, e isso deixará muitos à vontade para as compras. Além disso, há mais confiança de que os varejistas terão as medidas de distanciamento social adequadas em vigor a partir de 2020 e os compradores se acostumaram a usar coberturas faciais em todos os locais públicos. 

leia: COMÉRCIO DE MÓVEIS SUPERA EXPECTATIVAS E CRESCE 11,9% EM 2020

Com as medidas de distanciamento social previstas para serem atenuadas até 21 de junho, com um retorno à quase normalidade e uma meta do governo de vacinar todos os adultos com uma primeira dose até 31 de julho, sem dúvida apoiará o movimento em todas as áreas do Reino Unido, afirma Springboard.

No que tem sido um ano desafiador para varejistas, grandes e pequenos, o setor de varejo provavelmente se recuperará no segundo semestre de 2021, conforme os consumidores redescobrem seu amor por lojas físicas, após muitos meses de compras online, afirma Springboard. 

“Em meados de abril, os consumidores estarão em busca de experiências sensoriais e sociais de varejo, se reconectando com suas marcas favoritas e comprando novos guarda-roupas para um verão de eventos sociais. Estamos prevendo uma forte melhora inicial em abril, que continuará a aumentar durante os meses de verão, conforme a economia reabre no Reino Unido”, conclui o Springboard.

(Com informações Furniture News)

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato