marketplace_carrinho.jpg

Especialista recomenda pegar carona na expansão dos marketplaces

Uma das matérias mais acessadas aqui no portal da Móveis de Valor nesta semana é a que informa sobre a isenção de taxas de comissão para novos lojistas que ingressam no marketplace da Via Varejo. Essa é apenas uma das estratégias agressivas que estão sendo usadas como forma de conquistar mais vendedores para os marketplaces e, com isso, tornar esse mercado ainda maior e quebrar um pouco da hegemonia do Mercado Livre, B2W e Magazine Luiza, que já possuem mais tempo de estrada aqui no Brasil.

Rafael Biancalana, diretor da It’s Commerce – empresa especializada no varejo digital -, conta que esse tipo de estratégia utilizada pela Via Varejo não é novidade e que algumas empresas até apostam em campanhas mais ousadas nessa corrida pela expansão dos marketplaces. “Só para falar do que vimos recentemente, temos o exemplo do Shopee, que além de isentar a comissão, ainda estava pagando o frete. Isso é feito para angariar os melhores sellers para a sua plataforma”.

Campanha da Via Varejo isenta comissão de novos lojistas

À primeira vista parece que a estratégia adotada pelo Shopee pode ser muito agressiva e até gerar prejuízo, mas o diretor da It’s Commerce comenta que é uma boa forma de aumentar o volume de SKUs (mercadorias) na plataforma, essencial para quem está começando a buscar espaço no mercado, como é o caso deles.

leia: CARNAVAL CANCELADO IMPULSIONA RECEITA DO VAREJO EM ATÉ 72%

Biancalana fala também sobre a campanha da Americanas, que também usa o frete como oportunidade de negócio. “Nas vendas acima de R$ 999,90 a B2W (controladora do site de vendas) faz uma bonificação de R$ 100,00 no frete, ou seja, se o cliente deveria pagar 150 reais para o produto ser entregue na sua casa, ele paga somente 50 e os outros R$ 100 são bancados pela B2W e repassados ao vendedor”, explica.

No final das contas, sellers (lojistas/vendedores) e consumidores finais saem ganhando. “O consumidor acaba pagando menos em alguns produtos e os sellers entram numa área muito legal de ganhos e descontos”, complementa Rafael Biancalana. E isso, obviamente, ajuda a alavancar e ampliar o alcance dos canais de venda.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato