beautiful-woman-in-a-mattresses-store.jpg

Mercado de colchões no Brasil ultrapassa R$ 11 bilhões em 2021

O forte movimento iniciado durante a pandemia acelerou as vendas de colchões no Brasil em 2020 e deve se estender pelo menos até o final de 2021. A escassez de matérias-primas e insumos, associada a lojas fechadas, contribuíram para alargar o período de vendas em alta.

O Mapa do Mercado, do Intelligene Group, estudo do potencial de consumo de móveis e colchões no País realizado desde 2001, prevê para este ano R$ 11,2 bilhões em compra de colchões por parte dos consumidores brasileiros.

leia: PRODUÇÃO RECUA NAS FÁBRICAS DE COLCHÕES NO 1º QUADRIMESTRE

Segundo o estudo, as 100 maiores cidades do País (o Brasil tem 5.570 municípios), que concentram 38% da população, serão responsáveis por 55% do consumo. E, como se vê no quadro abaixo, os 10 maiores municípios concentram 27% do potencial de consumo de colchões.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato