Aquino_e_Irineu.jpg

Novo presidente do Sima tem amplo plano de metas na sua gestão

Na sexta-feira (01), tomou posse a nova diretoria do Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas (Sima) para o período 2021/2024.

O novo presidente, José Lopes Aquino (na foto à esquerda), em seu discurso, destacou que o bem maior perdido na pandemia foram as vidas humanas, “pelas quais lamentamos muito e nos solidarizamos com todas as famílias atingidas”. Aquino lembrou que nos últimos dez anos, segundo o IBGE, o PIB do País cresceu a um ritmo médio de 1% ao ano. No mesmo período, a indústria encolheu 1,6% anualmente, em média. “Estamos virando as costas para as linhas de produção das fábricas em nosso país. Em 25 anos, a participação da indústria de transformação desabou de 20% para 11% em relação ao PIB nacional, ou seja, perdemos quase 50% em nossa representatividade”.  

Também criticou a forma de concessão de subsídios “dados para um ou outro setor, ou a grupos empresariais, deixando de fora os que não têm representatividade, ou não conseguem se articular politicamente”. O resultado desta falta de planejamento é a evidente desindustrialização do País, levando as plantas fabris ao sucateamento, gerando baixa produtividade e consequente baixa competitividade, e assim, um círculo negativo se instaura e se perpetua.

No ano passado, 5.000 fábricas encerraram suas atividades em todo o País. Em 2015, o Brasil tinha 380 mil estabelecimentos industriais e, no fim de 2.020, a estimativa era de que o número tinha caído para 350 mil. Em seis anos, foram extintas 30 mil fábricas, nos diversos seguimentos.

O novo presidente do Sima destacou que um dos caminhos para mudar o quadro atual deve ser o trabalho conjunto das entidades empresariais com os governos federais, estaduais e municipais, exigindo articulação, não para obter subsídios e favores para pequenos grupos, mas sim para construirmos um projeto que atenda a necessidade de toda a indústria nacional. Paralelo a isso, é preciso que os governos também se comprometam efetivamente a reduzir o custo Brasil. “Não podemos continuar convivendo com uma carga tributária que oscila sempre acima de 34% e ainda com efeito cascata devastador na cadeia produtiva. Há ainda os custos trabalhistas, que diferem em muito dos impostos a maioria de nossos concorrentes internacionais. 

Aquino reiterou a necessidade de trabalhar para reverter a tendência da desindustrialização que vem ocorrendo ao longo dos anos em nosso país. “Precisamos colocar a indústria brasileira como grande meio do desenvolvimento, retomando o seu valor e representatividade no cenário nacional”.

O presidente do Sima enalteceu o empresário nato, o empreendedor, que tem por característica ser um grande otimista. “Somos resilientes. As desventuras do caminho se tornam ‘combustível’, ‘alavanca’, para a superação de toda e qualquer dificuldade e assim continuarmos a missão!”.

Concluiu afirmando que ao SIMA cabe o papel de fomentar a união entre todos os associados, mesmo entre concorrentes no mercado. O espírito colaborativo e a ética devem prevalecer nas relações. Desta forma será possível manter um ambiente empresarial favorável a se ter soluções conjuntas para problemas comuns, e assim, continuar avançando de forma mais ágil na evolução dos negócios, “favorecendo também o papel que nos cabe como ente importante da sociedade: Gerar riqueza e empregos, com sustentabilidade. 

Lei aqui sobre visões, objetivos e missão de cada um dos membros da nova diretoria do Sima eleita para o período 2021/2024:

leia: DIRETOR DA COLIBRI ASSUME O SINDICATO MOVELEIRO DE ARAPONGAS

Câmeras Temáticas:

Mulher empreendedora e Jovem empreendedor: O nosso polo vem experimentando um importante processo sucessório nas empresas onde despontam novas e promissoras lideranças. Já temos em nosso meio mulheres empreendedoras de sucesso que há muito têm participado do SIMA. Vejo que, essas duas Câmaras Temáticas, mulher e jovem empreendedor(a), tem muito a contribuir, trazendo e criando um ambiente favorável e acolhedor para que possamos incrementar a participação de mais membros das empresas no SIMA, onde a juventude possa permitir com que o SIMA tenha a oportunidade de se renovar e se reinventar sempre, através da participação desses valorosos companheiros e companheiras.

Empreendedorismo Solidário: A solidariedade ameniza dores e pode gerar ambientes favoráveis a inclusão e ao desenvolvimento das pessoas. Dar o peixe, mas também ensinar a pescar. Acredito que, somando esforços: do poder público, das entidades associativas filantrópicas ou não e das empresas, poderemos fazer a diferença para as pessoas necessitadas de pão, conhecimento e oportunidade. Através dessa união, poderemos promover o desenvolvimento delas e de nossa comunidade, amenizando a desigualdade entre as pessoas e entre as famílias.

Sustentabilidade: O nosso polo, de certa forma, há muito é exemplo de trabalho nessa direção. Precisamos manter as conquistas e, se possível, agregar ações que permitam avançarmos criando sinergia entre entidades que já estão operando, entre as empresas do polo e a nossa comunidade visando melhoria da qualidade de vida e do ambiente de negócios, tornando tudo mais amigável.

Inovação e Tecnologia: A missão é identificar necessidades de toda ordem para a melhoria da gestão das empresas como  as ligadas as áreas tributária, fiscal, trabalhista, melhoria da gestão, melhoria da comunicação, ferramentas de automatização, etc.) e fomentar ações que colaborem com o desenvolvimento das organizações, gerando valor para nossos associados e atratividade para o engajamento de novos potenciais associados visando o aumento de nosso quadro social para gerar maior representatividade ao SIMA.

Relações Internacionais: A visão é identificar oportunidades que possam gerar ações que ajudem alavancar as empresas no rumo da internacionalização de suas atividades. Sabemos que hoje atuamos em um mercado globalizado onde o nosso concorrente e as oportunidades de negócios não têm mais fronteiras. Portanto, não podemos ignorar essa realidade, sob pena de sermos privados de nossas pretensões de crescimento, competitividade e de resultado.

Câmaras Setoriais:

Mais conhecidas entre nós e que englobam a maioria das atividades industriais do nosso polo, as Câmaras para as atividades de Estofados e Colchões, e para Painéis e Madeiras, deverão buscar conhecer as dores e oportunidades comuns preponderantes e, envolvendo as empresas do setor, abrir caminhos para que juntas possam desenvolver ações colaborativas para gerar soluções que agreguem valor a seus negócios e gerem empregos, renda e desenvolvimento para a comunidade.

Conselho de Ética: A opção de instalar agora o conselho de ética na estrutura de gestão do SIMA, visa evitar que se tenha uma visão de “casuísmo” por escolher membros somente no momento de um problema já demandado. Entendemos, que, com o conselho de ética já instalado e todos os seus membros já conhecidos, os assuntos de natureza conflituosa que possam vir a existir entre empresas do polo serão tratados com maior desenvoltura e transparência.

De outra parte, o conselho de ética tem como objetivo mediar conflitos que possam vir a existir, sempre com o intuito inicial de criar caminhos que levem a solução dos interesses envolvidos com o menor ou nenhum dano às partes e ainda que contribuam para manter o ambiente da boa convivência entre as empresas e seus membros, mesmo diante da concorrência entre elas no mercado.

O conselho de ética é necessário e importante, porém, assim como quando contratamos um seguro e não queremos usá-lo, espero que jamais tenhamos que acioná-lo, pois acredito na conduta ética das empresas e de seus membros possibilitando que toda e qualquer assunto seja resolvido diretamente entre os envolvidos.

leia: INFLAÇÃO DA INDÚSTRIA DE MÓVEIS SOBE 13,5% DE JANEIRO A AGOSTO

Nova diretoria do Sima

Cargo Nome Empresas
Presidente José Lopes Aquino Colibri
Vice-Presidente/Secretário Irineu Antonio Borrasca Nicioli
Tesoureiro Devanil Marostica DJ Móveis
Tesoureiro Adjunto Giancarlo Bega Pizza Madetec
Diretor Social Jean Felipe Caobianco Vila Rica
Diretor Social Suplente Bruno Sanches do Prado Mempra

 

 

 

 

 

 

CÂMARAS SETORIAIS

Móveis Estofados/Colchões Marcos Aurelio Tudino Combinare
Móveis Painéis/Madeira Diego Munhoz Caemmun

 

 

CÂMARAS TEMÁTICAS

Mulheres Empreendedoras Sonia C. Grassano de Carvalho Movelin
Empreendedorismo Solidário Elison Cattâneo Estrada ME Gonçalves
Inovação e Tecnologia Eduardo Paludeto Móveis Albatroz
Relações Internacionais Rajanad Albano da Costa Atman
Sustentabilidade
João Angelo Tudino Combinare
Jovem Empreendedor Guilherme Arruda

Inusitta

 

 

 

 

 

 

 

CONSELHO FISCAL

Efetivos

Fabricio Crepaldi Moura Molufan
Marcio André Olivé Martinez Demobile
Antonio Carlos Constantino Perfan Móveis

 

 

 

Suplentes

José Carlos Arruda Kits Paraná
Diogenes Marcelo Carandina Gralha Azul
Israel Guerra Lopes Konfort Móveis

 

 

 

DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO A FIEP

Efetivos      

José Lopes Aquino Colibri
Irineu Borrasca Nicioli

                                                                   

 

Suplentes

Irineu Munhoz Caemmun
Elison Cattaneo Estrada ME Gonçalves

                                                                                  

CONSELHO DE ÉTICA

Irineu Munhoz Caemmun
Élio Sergio Pavanato Linea Brasil
José Carlos Morales Moura Molufan

 

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato

Você já conhece e segue nossas redes sociais?