mobile-payments-mobile-scanning-payments-face-to-face.jpg

Promoções fazem preço dos móveis cair 3,2% no comércio

Semana Brasil, Black Friday e outras dezenas de promoções e liquidações ao longo do ano são as principais responsáveis pela queda dos preços de móveis no varejo em 2020. Segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a variação de preços de móveis no comércio ficou em -3,20%. Entre os itens pesquisados, cozinha recuou 8,03%, registrando a maior queda, seguido de móveis infantis com -5,52%, salas, com -4,55% e quarto, com -1,12%. Apenas colchão registrou expressiva alta, de quase 37%, com pico superior a 50% na região metropolitana de Belo Horizonte.

Na variação mensal, desde setembro ocorre uma leve alta nos preços de móveis no varejo, porém, insuficiente para compensar as quedas sucessivas registradas de janeiro a agosto.

leia: AFINAL, É BOM OU RUIM TANTAS PROMOÇÕES NO VAREJO DE MÓVEIS?

Por região, a maior queda entre janeiro e dezembro de 2020 aconteceu em Belém (PA) com -13,87% e a maior alta foi registrada em Belo Horizonte com 8,41%. Aliás, das dez regiões pesquisadas, em apenas quatro os preços de móveis tiveram alta. Além de Belo Horizonte, Porto Alegre (5,55%), Recife (4,54%) e Vitória (0,87%).

Veja abaixo o quadro completo do IPCA geral e de mobiliário, de janeiro a dezembro de 2020:

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato

Você já conhece e segue nossas redes sociais?