azienda1_(2).jpg

Produção de agosto sobe no Rio Grande do Sul e cai no Paraná

A indústria de móveis paranaense continua amargando quedas consecutivas na produção. Em agosto o recuo no nível de produção foi de 1,3% na comparação com julho. O resultado também foi muito ruim na comparação com agosto do ano passado. Houve queda de 5,2%. Esse desempenho prejudicou também o acumulado do ano em 0,2%, fechando o período até agosto com -3,6% ante -3,4% até julho. A taxa anual também foi comprometida no mesmo nível, fechando agosto com -4,6%. Em julho, na mesma base de comparação, o recuo era de 4,4%.

Enquanto isso o Rio Grande do Sul, o outro estado listado pela pesquisa mensal de produção industrial do IBGE, registrou mais uma alta importante em agosto na comparação com julho, 4,1%. Porém, em relação a agosto de 2018, a produção gaúcha recuou 3,7%. Isso também comprometeu em parte os bons resultados acumulados no ano. Até agosto a alta é de 1,6%, 1 ponto percentual a menos do que o acumulado até julho. Nos últimos 12 meses a produção de móveis no Rio Grande do Sul registra alta de 3,9%, menor do que os 4,6% na taxa anualizada até julho.

Vale lembrar que a produção de móveis em nível nacional, em agosto, na comparação com o mês imediatamente anterior, recuou 3,9%, revertendo a alta de 0,8% verificada em julho na mesma base de comparação.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato