white-wall-side-view-man-putting-fingers-on-step-stairs.jpg

Produção de móveis sobe forte no Sul no 1º quadrimestre do ano

Embora haja que se considerar as fortes quedas verificadas em abril de 2020, com -56,5% no Paraná e -54,8% no Rio Grande do Sul, os números de abril na comparação com igual mês do ano anterior amenizaram as perdas e no acumulado do ano ambos os Estados, considerados os maiores produtores de móveis do País, apresentam expressiva alta. No Rio Grande do Sul, 37,9% e no Paraná, 35,9%, bem mais que a média nacional que chegou a 27,3% no período. Isso se deve basicamente aos números de março, que conseguiram repor as perdas de igual mês de 2020.

Os índices dos dois estados no acumulado de 12 meses melhoraram significativamente em abril na comparação com o mês anterior. Os 12 meses encerrados em março apontavam alta de 21,4% para o Paraná e -2,0% no Rio Grande do Sul. Na mesma base de comparação, os índices em abril apontam alta de 20,9% nas indústrias paranaenses e de 6,7% nas empresas gaúchas.

leia: AUMENTO DE PREÇOS DE MÓVEIS NA INDÚSTRIA PERDE FÔLEGO EM ABRIL

Veja abaixo quadro completo do comportamento da produção no Brasil e nos dois estados do Sul no período de maio de 2020 a abril de 2021, segundo os dados do IBGE:

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato