11515-producao-moveleira-770x499.jpg

Produção moveleira puxa crescimento industrial gaúcho

A indústria de móveis foi a responsável por puxar o resultado positivo do mês de setembro da produção industrial do Rio Grande do Sul. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (08) o resultado da Pesquisa Industrial Mensal Regional, que apontou um crescimento de 2,9% depois da retração de 3,3% registrada em agosto.

Dez dos 15 locais pesquisados pelo IBGE mostraram taxas positivas na produção industrial e ficaram acima da média nacional de 0,3% em setembro, em relação a agosto. 

O analista da pesquisa, Bernardo Almeida, observou que a maior influência positiva foi de Minas Gerais, com expansão de 2,4%. Essa é a terceira alta da indústria mineira, que acumula 4,1% em três meses.

“Minas Gerais teve o maior peso no indicador de setembro, devido à influência positiva da indústria extrativa, especialmente minério, que representa 18% da indústria do estado. O índice de 2,4% é a taxa mais intensa desde janeiro, quando alcançou 2,6%”, acrescentou Almeida.

Ele explica que o segundo peso positivo foi do Rio Grande do Sul, 2,9%, puxado pela fabricação de móveis, que tem grande influência na indústria gaúcha. “Trata-se da primeira taxa positiva depois de dois meses de resultados negativos, eliminando, parcialmente, a perda acumulada nos dois meses anteriores de 5,6%”, disse.

(Com informações do Correio do Povo)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato