couple-with-salesman-in-furniture-store.jpg

Relatório sobre móveis nos EUA mostra reação firme em dezembro

De acordo com dados divulgados pela Furniture World News, pesquisa com fabricantes e distribuidores de móveis residenciais confirma que em dezembro de 2020 novos pedidos para a indústria de móveis nos Estados Unidos aumentaram 27% em relação a dezembro de 2019, após seis meses de crescimento de dois dígitos. O aumento de 27% foi ainda maior do que os 17% de novembro, que foi o primeiro mês em que os pedidos diminuíram um pouco. Fabricantes consultados afirmam que os pedidos começaram a diminuir um pouco com os aumentos de mais de 40%, assim, o aumento menor de novembro não foi surpresa. Cerca de 84% dos pesquisados relataram aumento nos pedidos em comparação com dezembro de 2019.

O aumento de dezembro trouxe o aumento de pedidos no acumulado do ano para alta de 15%. Este índice é ainda mais importante considerando as quedas em abril e maio.

Leia: O POÇO DE AUMENTOS DE PREÇOS DE INSUMOS PARECE NÃO TER FUNDO

Remessas e pendências

Mas se houve aumento dos pedidos, as remessas aumentaram apenas 5% em relação a dezembro de 2019. Os embarques caíram 2% em relação a novembro, provavelmente devido à paralisação que muitos tiveram durante o feriado do Dia de Ação de Graças. 

Os embarques continuam a ser um problema, pois as mercadorias importadas estão sendo retidas por falta de contêineres, ou vão para os contêineres e emperram em questões de transporte. 

No varejo doméstico, é uma combinação de falta de funcionários e de materiais, já que algumas matérias-primas são importadas, como tecidos, ferragens etc. No ano, os embarques caíram 6%.

Os pedidos em atraso aumentaram novamente em dezembro e ficaram 168% maiores do que em dezembro de 2019. Claramente, esse nível de pedidos em atraso é muito alto. Ocorre cada vez mais cancelamentos de pedidos, mas se há uma boa notícia nisso é que a maioria das empresas está no mesmo barco. Por falar nisso, não são apenas os móveis que estão em atraso. Aparentemente, isso também acontece para eletrodomésticos e até madeira para residências.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato