producao_cadeira.png

Após alta em 2020, Ceará vive expectativa com retorno do auxílio

O setor de móveis do Ceará apresentou alta nas vendas de 2020, mesmo com a crise provocada pela pandemia. Segundo Júnior Osterno, presidente do Sindicato das Indústrias do Mobiliário no Estado do Ceará (Sindmóveis-CE), com os benefícios sociais concedidos pelo Governo Federal, o setor viu a preocupação com a queda nas vendas se transformar em um boom no faturamento. 

“Com a primeira onda, todo mundo ficou com medo da queda nas vendas, mas com as ações do governo federal, o faturamento teve uma alta inesperada. Teve empresa que aumentou 3%, outra que aumentou 10%, dependendo do segmento”, diz. 

Mas a alta ocasionou a escassez no fornecimento de matérias-primas, entre elas tintas, MDF e a espuma. A paralisação das empresas produtoras, algumas por até 60 dias, contribuiu para impactar o repasse do material. 

“A matéria-prima ficou escassa e subiu muito o valor. Agora, esperamos que as vendas se mantenham, com o novo auxílio emergencial, e que os materiais voltem a ter ofertas suficientes”, afirma. 

leia: PROGRAMA DE PRESERVAÇÃO DE EMPREGO SAI “A QUALQUER MOMENTO”

Exportações

Outro ponto em que o setor moveleiro cearense teve sucesso foi nas exportações. De acordo com o presidente do Sindicato, as exportações estão em alta por conta do dólar favorável, o que permite a competição com os maiores concorrentes dos móveis cearenses: os asiáticos. Segundo ele, a tendência é aumentar ainda mais as exportações. No ano passado as vendas externas somaram US$ 344,5 mil, uma queda de 28% em relação a 2019.

“O frete da China para os Estados Unidos está, praticamente, 4 vezes o valor do frete do Brasil para os Estados Unidos. Isso faz os americanos voltarem seus olhos para nós. A tendência é aumentar as exportações, que já está em alta, porque o dólar está favorável ao exportador”, explica.

Este ano, de janeiro a março, as exportações de móveis do Ceará somam US$ 121 mil, alta de 7,3% na comparação com igual período do ano anterior.

(Com informações do Diário do Nordeste e edição da Móveis de Valor)

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato