Já pensou em como vai passar a sua empresa para seu filho?

Menos da metade das empresas tem plano de sucessão, aponta uma pesquisa da consultoria KPMG com líderes de empresas familiares de 33 países.

Para ser mais preciso, apenas 47% têm planos de sucessão, com orientações específicas sobre quem assumirá o controle. Já 53% deles disseram que não têm um projeto de aposentadoria formal.

Outra constatação é que o desejo de manter a empresa dentro da família é maior quando o fundador tem filhos, o que significa que a maioria gostaria de ter os herdeiros no comando do negócio.

É claro que o controle da gestão de uma geração para outra é um dos fatores mais importantes na continuidade da empresa familiar para manter a identidade, marca e reputação. 

Veja o comentário completo no vídeo acima.

Esta notícia é sobre a sua empresa? se cadastre e deixe seu contato