IMG-LOGO

Veja três importantes sugestões de vendas para o público B2B

Revisado Natalia Concentino - 26 de Novembro 2023
conceito-de-parceria-de-conexao-corporativa-b2b-business-to-business.jpg

Muitas empresas e indústrias conseguiam ter uma atividade rentável “à moda antiga” até meados de 2019. Trabalhavam apenas com vendas físicas, fazendo a maior parte das negociações por telefone, por exemplo. Com a pandemia, houve a aceleração da transformação digital e a tendência é de que o processo avance ainda mais.

 

Desse modo, as empresas passaram a adotar o modelo omnichannel – um dos pilares do e-commerce B2B e uma condição do mercado atual. De acordo com um levantamento do The Gartner Future Of Sales, até 2025, 80% das vendas de empresas para empresas serão feitas por meio digital.

 

Diante dessa realidade, oferecer uma boa experiência para o cliente B2B é ainda mais desafiador do que para o cliente B2C. Em sua jornada de compra online, esse público irá esperar maior flexibilidade, conveniência e segurança, de acordo com sua vivência como consumidor final.

 

leia: E o que será da Black Friday?

 

Para auxiliar os negócios, listo algumas sugestões que podem proporcionar uma jornada de compra excelente:

 

Invista numa plataforma segura e estável: Existem muitas tecnologias que favorecem a compra de produtos online. Para negócios maiores, como é o caso das transações B2B, a Salesforce Commerce Cloud é muito indicada. A plataforma é desenvolvida no maior CRM do mundo. Assim, é possível adaptar as experiências de comércio para os compradores, além de maximizar as conversões.

 

Variedade de métodos de pagamento: Imagine a seguinte situação: o cliente fez uma compra expressiva em sua indústria e o valor total ficou tão alto que ele não conseguiu fazer o pagamento por meio do cartão de crédito. Hoje, as organizações já podem e devem oferecer aos clientes variedade de métodos de pagamento, o que contribui para o aumento das vendas digitais.

 

Além disso, é interessante que a empresa ofereça meios populares no B2C que possam ser usados para compras específicas. Um bom exemplo é o Pix, um dos métodos mais utilizados no e-commerce brasileiro.

 

Atenção ao atendimento online: O digital permite modernizar as relações com os clientes, deixando a interação mais agilizada. Contudo, não significa que seu e-commerce vai disponibilizar um robô no atendimento, com frases prontas, sem nenhuma humanização. Por isso, proporcione a melhor experiência digital para o público B2B, com soluções robustas e personalizadas para cada modelo de negócio.

 

*Artigo de Clóvis Souza, fundador da Giuliana Flores

Publicado por Mercado&Consumo

 

Comentários